Destaques

 


Peregrinação
Hino do Acólito
Logotipos do SNA
Peregrinação a Roma
Patrono dos Acólitos Portugueses

Oração

Consagração a Nossa Senhora

Terço PNA 2013
Terço PNA 2012
Terço PNA 2011
Terço PNA 2010
Terço PNA 2009
Terço PNA 2008
Terço PNA 2007

 

 

E-mail

acolitos@liturgia.pt

Terço - Mistérios Gloriosos

Peregrinação Nacional de Acólitos
1 de Maio de 2013 (Quarta)


Mistérios Gloriosos

1ª Mistério:
A ressurreição de Jesus

Depois de três dias no sepulcro, Jesus ressuscita. A morte foi vencida, Cristo sai vitorioso!
O Beato João Paulo II iniciava o seu ministério petrino dizendo: "Não tenhais medo! Abris as portas a Cristo". Que cada acólito das nossas dioceses não tenha medo de abrir as portas ao ressuscitado e proclamar a alegria da manhã de Páscoa.

 

2º Mistério:
A ascensão de Jesus

Ao subir ao céu, Jesus eleva toda a humanidade para o seio da Trindade, os discípulos, olhando para o céu, contemplam este mistério.
O Beato Francisco Marto, nosso patrono, sentia como sua missão a contemplação de Cristo. Enamorando-se Dele, para Ele vivia. Que nas nossas paróquias todos os cristãos, ajudados pelo exemplo dos acólitos, contemplem a Cristo sacramentado e sintam a alegria de Deus que assume a nossa humanidade e a eleva até ao Céu.

 

3º Mistério:
A descida do Espírito Santo sobre Maria e os Apóstolos

Reunidos no cenáculo os discípulos receberam o Espírito Santo e saíram a anunciar Cristo Ressuscitado.
Que os fiéis que se reúnem em volta do altar acolham os dons do Espírito Santo que os liberta e fortifica para anunciarem Cristo ao mundo em que vivemos, com coragem e sem pudor.

 

4ª Mistério:
A assunção de Nossa Senhora ao céu

Maria sobe aos Céus apontando-nos o caminho para o seu Filho Jesus.
Na sua vida, Maria aceitou sempre a vontade de Deus e acompanhou sempre o seu Filho Jesus.
Que os acólitos das nossas comunidades, vivam o baptismo que receberam e dessa forma, como Maria, ajudem cada cristão a caminhar ao encontro de Deus.

 

5º Mistério:
A coroação de Maria como rainha do céu e da terra

Maria como serva fiel recebe a coroa de glória, tornando-se rainha nas nossas vidas que nos indica Cristo Rei.
Olhando para o exemplo de dedicação e serviço de Maria que os jovens das nossas comunidades cristãs vivam sempre a alegria da entrega ao serviço de Deus e respondam sem medo à vocação que Deus lhes faz.

 

3 Ave-Marias:
Rezemos estes tês últimas Ave-Marias pelo Santo Padre Francisco e suas intenções, que o Senhor Jesus o conserve fiel e humilde no seu ministério.


Contactos | Liturgia | acolitos@liturgia.pt